Diários de um Transão #8 – Na ponta da língua – um guia rápido de sexo oral para mulheres

 

Olá!

Hoje continuamos com o tema da última coluna, que tratou da real utilidade da boca, desta vez direcionado às nobres leitoras, que irão aprofundar-se na diplomática arte de abocanhar o pênis de insaciáveis senhores. Além disso, esta publicação traz respostas às perguntas de leitores na última edição. E para os cavalheiros que se deleitam nesta leitura, e cujas respectivas poderiam aprimorar-se na magnífica arte de chupar seu pau, aproveite esta oportunidade para enviar o link da coluna e em tom de brincadeira (”Olha amor, mas que rapaz inventivo”), sugerir que ela deve aprender a melhor engolir seu arpão de fertilidade. Mas, acima de tudo, esta semana levem consigo essa informação: Um cavalheiro sempre sabe que é boa etiqueta abocanhar uma vagina. E uma dama nunca cospe.

Leia mais

Diários de um Transão – O céu (da boca) é o limite

 

Olá!
Seguindo a inúmeros pedidos, esta semana vamos adentrar o refrescante mundo do sexo oral, também conhecido como o “Plano B”, para quando for aquela época do mês e você não quiser nadar contra a corrente. Faça da garganta dela mais que somente uma fonte de ruído constante. E da mesma forma, aprenda como melhor apreciar a suculência de um bom clitóris. Façam anotações, pois informações pesadas estão a caminho.

Leia mais

Diários de um Transão #6 – Transão para mulheres: Como agarrar um transão

Olá!

Essa semana a coluna é voltada ao público feminino (todas as sete que me seguem no twitter). Cansei de ouvir minhas doces barregãs gemerem às lágrimas ao meu ouvido “Como você pode ser tão bom assim?”. O que me diz duas coisas: (1) O de sempre – sou um deus sexual; e (2) Há uma minoria (cada vez mais diminuta) de mulheres que ainda não dormiu comigo que não descobriu o verdadeiro e ilimitado sabor do prazer.

Então, desta vez, vou instruir as senhoritas em como agarrar o seu próprio transão.

Leia mais

Diários de um transão – Dicas de sedução de um transão – Parte 1

Olá!
Para vocês que conseguiram comer cu essa semana só usando a arte de ser um cara bacana, parabéns!
E se você leu a coluna anterior e pensou: “Mas transão! Não sei ainda como abordar uma fêmea. Eu não consigo sequer comprar minhas próprias roupas! Como você espera que eu consiga adentrar seu esplendoroso ânus?” Espero que a coluna desta semana possa lhe ser de maior serventia. E que ela possa também servir para você, que já esqueceu o sabor do sexo oposto e não faz ideia de como conseguiu prová-lo em primeiro lugar.

A coluna desta semana vai lhe dar dicas que serão úteis para ter sucesso com mulheres em diversos ambientes. Seja na balada, na praia, no escritório, no ponto de ônibus ou em festas infantis.

Garantia de sucesso

Leia mais

Diários de um transão – Introdução ao ânus

Olá! Se você leu a última coluna certamente passou este tempo com a prática de como ser um cara legal (intercalada com sua rotina usual de masturbação e sonecas – pois seus velhos hábitos não morrem de um dia pro outro).

E agora deve estar ansioso para aprofundar-se mais nos segredos de como ser um transão e começar logo a viver as experiências que você costuma enviar para sites de contos eróticos como sendo reais.

O tema desta semana é inspirado em uma conversa que tive esta semana com um de meus amigos próximos, como o Sicko (isso mesmo, a gente é brother). O tema é razoavelmente comum e já servirá para exemplificar outro dos conceitos mais básicos a um transão: o sexo é um esporte e o objetivo é vencer em todas as modalidades (com fotos para comprovar).

Alguns diriam que ainda é muito cedo para abordar este tópico, mas vamos de cara para o ânus.

Leia mais

Diários de um transão – Primeiro passo

 

Olá! Esta coluna procura explicar porque eu pego tantas (tantas!) mulheres enquanto você se masturba pensando em caras como eu fazendo doce amor tântrico com moças como a sua irmã.

A partir deste guia, em forma de conselhos e relatos, eu pretendo tornar você um tremendo comedor. Como eu. Então cole em mim e quem sabe – tal qual a rêmora que você é – você não acabe saboreando um ou outro resto vaginal.

Leia mais