Essencial Biblioteca da Formidabilidade – A Revolução dos Bichos

revolucao_bichos1

George Orwell é, talvez, mais conhecido pelo fabuloso 1984 (que virou essa linda camiseta na LOLJA), mas A Revolução dos Bichos é meu predileto em sua obra.

O livro, escrito durante a Segunda Guerra Mundial e publicado em 1985 é uma FÁBULA alegórica sobre a criação da União Soviética.  Nele, os porcos (alegoria para os soviéticos) de uma fazenda lideram uma rebelião pela igualdade dos bichos e a luta contra a opressão do homem. O regime instaurado em nome da igualdade, no entanto, não dura, e seu lado negro começa a emergir.

 

revolucao_bichos1

 

A história é uma crítica explícita à URSS e, especialmente, a Stalin. Orwell foi muito criticado à época, já que a URSS, ao lado dos EUA, havia salvado os aliados e sido peça essencial na vitória sobre os nazistas.

É um livro pequeno, mas incrível e carregado de crítica política.

Essencial na biblioteca de qualquer um que se deixa seduzir por um ideal em pensar em como ele pode ser aplicado na prática!

Recomendo com FERVOR SUÍNO!

 

Compre agora de R$24,50 por R$14,50

 

De nada

Essencial biblioteca da formidabilidade – E se?

120738691_1GG

Muita gente não gosta de ciências. Especialmente em se tratando de física, química ou matemática. Tenho para mim que isso se dá pelo fato de que essas pessoas NÃO ENTENDEM do assunto. É uma reação natural, não? Não entendo aquilo, portanto odeio. Digo isso com certa propriedade, porque já fui uma dessas pessoas. Física e química sempre foram um mistério para mim, exatamente porque eu tinha dificuldade para entendê-las no colégio. Como adulto, precisei aprender na marra e, de repente, passei a achá-las encantadoras e fascinantes.

 

De onde onde podemos concluir que: para entendermos e GOSTARMOS de ciências, basta termos um BOM professor e aplicá-las a situações que nos interessaram. Para isso, quem melhor que um físico, que largou o emprego com robótica na NASA para se tornar cartunista?

Esse é Randall Munroe, criador do site xkcd, em que posta suas tirinhas e, às vezes, responde, com embasamento científico, às perguntas mais absurdas dos leitores.

 

120738691_1GG

 

Em “E se?” ele reuniu as melhores perguntas e respostas.

  • E se cada pessoa tivesse só uma alma gêmea escolhida aleatoriamente no mundo?
  • E se fizermos bloquinhos com cada elemento da tabela periódica e empilharmos eles exatamente como estão na tabela?
  • E se todo mundo no planeta se juntasse em um ponto e pulasse todos ao mesmo tempo?
  • Quando tempo um submarino nuclear duraria na órbita terrestre?
  • Se todo mundo do planeta parasse tudo que estiver fazendo e se dedicar somente a fazer cálculos, o quanto de capacidade de computação nós reuniríamos comparado a um celular ou computador?

Essas são algumas das perguntas feitas e respondidas no livro, de maneira didática, repleta de humor e com desenhos!

 

SPOILER: O que acontece se você empilhar os elementos da tabela periódica (meu livro é em inglês, mas o do anúncio é traduzido)

SPOILER: O que acontece se você empilhar os elementos da tabela periódica (meu livro é em inglês, mas o do anúncio é traduzido)

 

Além de divertido, o livro é excelente para viagens, coletivo ou para ler enquanto se está sentado no TRONO. Os capítulos são curtinhos.

 

E, se minha recomendação não for suficiente, lembrem-se que o livro está na lista de leituras de verão do Bill Gates!

 

Aproveita que tá só R$20,15!

De nada

Essencial Biblioteca da Formidabilidade – Hitler

7323384GG

7323384GG

 

Quem me acompanha há algum tempo sabe que um dos meus assuntos preferidos é a Segunda Guerra mundial. A dimensão e consequências ÚNICAS dessa guerra me são irresistivelmente fascinantes. Não há uma pessoa no mundo que não foi afetada pela guerra e o mundo AINDA vive suas consequências.

E não há como se falar em Segunda Guerra Mundial sem se falar no seu indiscutível causador: Adolf Hitler. Hitler é amplamente mal interpretado. Seja pelos idiotas que o idolatram (e babam o equivocado mantra de “gênio do mal” ad infinitum) ou, pelo contrário, por quem o abomina mas, inconscientemente lhe presta um favor ao equipará-lo a um monstro ensandecido. Hitler não era um monstro, nem era louco. Considerá-lo assim pode ser reconfortante, mas o exime de grande parte da culpa pelo que fez. Hitler era um ser humano, como eu e como você. E é isso que é o mais assustador.

Para entender a Segunda Guerra, portanto, é indispensável entender esse homem. Conhecer sua vida, seus desejos, seus sonhos, desilusões e acompanhar passo a passo o trajeto que o levou de artista desiludido, pobre e frustrado a homem mais poderoso do mundo, adorado por milhões e odiado por muitos outros.

 

Considerado essa biografia, escrita pelo fabuloso Ian Kershaw, a biografia definitiva sobre Hitler. Isenta, complexa e completa, você PRECISA lê-la para entender o homem, o conflito que ele causou e o mundo que ele criou involuntariamente.

 

Aproveite que essa edição linda com mais de mil páginas está em promoção (descobri POR ACASO!).

Compre AGORA, antes que acabe!

 

De nada

Essencial biblioteca da formidabilidade: Invencível

110926672_1GG

 

 

Está  para ser lançado no Brasil um filme de mesmo nome, dirigido pela Angelina Jolie, que é, obviamente, uma adaptação desse livro. Mas, aconselho FORTEMENTE que você o LEIA antes. Todo filme, por melhor que seja (e não sei se esse será o caso), é forçado a adaptações e cortes. E essa história merece ser conhecida na ÍNTEGRA!

110926672_1GG

ATENÇÃO: Os dois próximos parágrafos contêm SPOILERS, apesar de ser o relato de uma história real, você pode querer não ler.

Invencível é um livro que narra a SENSACIONAL e INACREDITÁVEL história de Louie Zamperini, um descendentes de italianos que se tornou corredor na universidade e correu pelos EUA nas Olimpíadas de 1936, em Berlim, onde foi convocado para uma reunião pessoal com Hitler.

Louie se alistou na aeronáutica pouco antes de os EUA serem atacados pelo Japão em Perl Harbor.  Durante a guerra serviu como bombardeiro em um B-24, que foi derrubado sob o Pacífico. Louie e mais dois companheiros sobreviveram à queda, com um pouco de comida e sem água. Após 47 DIAS à deriva, sobrevivendo ao sol escaldante, tubarões, chuva, fome e sede, eles finalmente atingiram uma ilha … tomada pelos japoneses! Assim, iniciaram mais de dois anos de cativeiro em campos de prisioneiros japoneses (muitas vezes descritos como PIORES que os alemães), sendo maltratado, espancado, passando fome, sede, tendo de realizar trabalhos forçados e sobreviver ao frio e doenças.

 

Por que você precisa ter na sua biblioteca?

Invencível é uma real e incrível história de resiliência, vontade de viver e resistência.  Como Louie morreu em 2014, a autora pôde entrevistá-lo inúmeras vezes a fim de garantir a maior veracidade da história. É absolutamente indispensável, especialmente se você está passando por aqueles momentos de pouca esperança na vida.

 

 

E, como bônus, tem um dos maiores vilões da história da literatura de não-ficção.

 

Adicione à sua biblioteca, de R$49,90 por R$24,95!

 

 

 

A Essencial Biblioteca da Formidabilidade reúne os livros que considero ESSENCIAIS NA VIDA! É mais que dicas de leituras ocasionais ou promoções, são livros formadores de caráter, de qualidade literária absolutamente incontestável ou que tocam temas essenciais.

Veja mais dicas do Sicko e Os livros que você PRECISA ler na vida

Essencial biblioteca da formidabilidade – Zelota: A Vida e a Época de Jesus de Nazaré

116276631_1GG

116276631_1GG

 

Não importa se você é cristão, judeu, muçulmano, ateu ou seguidor de qualquer outra crença religiosa. O fato é que você vive em um mundo moldado pelo cristianismo. A história ocidental, as leis, os valores sociais, são todos fortemente influenciados pelo cristianismo.

Sendo assim, esse livro é importante para todos.

O autor, Reza Aslan, é um acadêmico iraniano, mas formado nos EUA, especializado em teologia. Nesse livro, ele faz um excelente trabalho de pesquisa histórica em busca de Jesus de Nazaré, o Jesus histórico, de carne e osso, que viveu na Palestina há mais de 2 mil anos. Ao fazê-lo, baseando-se em vários documentos históricos, Aslan recria não só a vida de Jesus, mas constrói uma rica narrativa sobre como era o dia a dia na época, o funcionamento da sociedade palestina, a história de Jerusalém e do império romano. Explica o desenvolvimento da Igreja e desfaz uma série de conceitos falsos sobre Jesus que aprendemos sob o viés religioso e tomamos com verdade.

Aslan mostra que Jesus não era único. Como ele, havia vários candidatos a messias, realizadores de milagres, profetas. Quase todos foram crucificados. Como então aquele jovem de Nazaré, que pregou por apenas 3 anos, para um grupo pequeno de pessoas, foi bem sucedido em espalhar sua palavras por milênios? Isso, e várias outras coisas, são explicadas.

Mais importante, ele o faz sem nenhuma intenção de combater o Jesus religioso. O próprio Aslan é cristão, e separa, com ética, a análise história da análise religiosa.

 

Por que você precisa ter na sua biblioteca?

Zelota é  um livro fascinante para quem se interessa por história, religião e sociedade. Ao conhecer a vida do homem que originou a maior e mais influente religião do mundo, você vai, ao mesmo tempo, compreender melhor a sociedade em que vive.

 

 

 

Compre aqui!

 

 

E, se não comprar, já sabe, ELE um dia vai te encontrar!

 

 

Veja mais dicas do Sicko e Os livros que você PRECISA ler na vida

Essencial Biblioteca da Formidabilidade – Catástrofe

119263983_1GG

 

 

Quando recomendei essa biografia do Hitler muitos leitores me procuraram no Twitter pedindo outras recomendações de livros. Um deles me pediu algo sobre a Primeira Guerra Mundial. Respondi que, ao contrário da Segunda Guerra, a Primeira Guerra é um tema negligenciado no Brasil. Pouquíssimos livros são traduzidos e, entre esses, uma parcela menor ainda é de boa qualidade.  Esse livro é uma dessas raridades e foi ele que recomendei a esse seguidor (com a diferença de que, quando o fiz, ele estava custando 3 vezes mais do que está custando agora!).

 

Max Hastings é um historiado e jornalista britânico e autor do maravilhoso (embora às vezes parcial) Inferno. Em Catástrofe, Hastings narra em detalhes os eventos que levaram à Primeira Guerra Mundial e acompanha o seu desenrolar em 1914.

O livro, que, é bom lembra, tem 704 páginas, é uma extensa, completa e agradabilíssima descrição do ano que, para muitos historiadores, inauguraram o século XX.

Excelente em todos os aspectos é indispensável para fãs de história e política internacional.

 

Ah, eu ACHO que o preço da Submarino está bugado, só pode. Então APROVEITE

 

Compre agora!

 

 

De nada

Essencial Biblioteca da Formidabilidade – O Homem Que Queria Salvar o Mundo

 

O brasileiro é carente de heróis reconhecidos nacionalmente. Os poucos que temos tiveram sua história distorcida e manipulada para serem usados como propaganda (Tiradentes é o mais evidente) ou são atletas.

Sérgio Vieira de Mello foi um brasileiro merecedor do título de herói.  A princípio, não há nada nele que remeta a um herói nacional clássico. Possuía uma série de falhas de caráter, entre elas, a mais evidente, a de ter muitas namoradas fora do casamento. Também contaria contra ele o fato de não ter sido diplomata brasileiro (rejeitava, por motivos pessoais, a diplomacia pátria), mas um diplomata da ONU.

Ainda assim, foi brasileiro e dedicou a vida (culminando com a doação suprema) a salvar vidas.

Entrou na ONU jovem, por influência do pai, este sim, diplomata brasileiro. Se entrou com base no famoso QI, escalou os postos por mérito próprio. Nunca desejou ser funcionário burocrático e mostrou seu valor trabalhando para ajudar nas maiores crises humanitárias de seu tempo.  Camboja, Bósnia, Kosovo,  Ruanda, Timor-Leste  são nomes conhecidos pelas graves crises humanitárias e lugares em que atuou.  Como Alto Comissário para Direitos Humanos fez de sua última missão tentar trabalhar pela estabilização do Iraque pós invasão americana. E foi essa última missão que lhe ceifou a vida. Mesmo diante da morte, Sérgio agiu como herói.

 

Por que é essencial na minha biblioteca?

É um incrível retrato desse fascinante, charmoso e carismático brasileiro e merece ser lida por quem deseja se inspirar no que somos capazes de fazer em prol do bem do mundo.

É sensacional!

 

Compre agora!

(no momento em que escrevo está em promoção, aproveite)

Essencial Biblioteca da Formidabilidade – O Homem do Castelo Alto

casteloalto_frente_alta

 

É 1967. A Segunda Guerra mundial foi vencida, em 1947, pelas forças do Eixo. O Reich nazista ocupa quase toda a Europa, parte da América do Sul e divide a África com o Império fascista italiano.  Toda a Ásia, Oceania e parte da América do Sul estão sob julgo japonês. Martin Bormann, que assumira a posição de chanceler após Hitler ter sido afastado vítima da sífilis, acaba de morrer. Göring, Heydrich e Goebbels lutam pelo poder. Os Estados Unidos estão ocupados por forças alemãs ao leste e japonesas ao oeste.

Essa é a premissa para O Homem no Castelo Alto, considerado por muitos, inclusive o Ridley Scott, o melhor livro do Philip K. Dick.

Não se trata de um livro de ficção científica  qualquer. Você não vai passar horas lendo cenas de ação frenética. Mas, se entrar com a mente aberta, vai se deparar com um formidável exercício de análise da realidade.  Através de vários personagens você será IMERSO na vida opressiva de quem perdeu a nacionalidade e a dignidade, em que negros voltaram a ser escravos, judeus foram quase exterminados e todos vivem sob dois governos autoritários que competem entre si.

CORRA, antes que a série que estão fazendo fique pronta!

Ah, AVISO: você vai ter ÓDIO do final!

 

COMPRE AGORA!

 

De nada

Essencial Biblioteca da Formidabilidade – Fahrenheit 451

119960295_1GG

 

 

 

Ray Bradbury, que, por sinal, morreu esse ano, foi um dos mais conhecidos autores americanos do século passado. Escreveu mistério, horror, fantasia e, principalmente, ficção científica. Autor do fantástico Crônicas Marcianas, Bradbury é melhor celebrado pelo fantástico Fahrenheit 451.

 

Em um futuro distópico os livros são proibidos. Todo e qualquer livro. A simples posse de um deles pode levar à prisão, ou pior. O governo repressor emprega bombeiros que ATEAM fogo a fim de policiar e destruir os livros encontrados. As pessoas vivem vidas vazias, cercadas por TVs (que se tornam suas famílias), sem imaginação ou ideias. A literatura, há muito perdida, é preservada por poucos apreciadores que se marginalizam da sociedade e passam as histórias em forma oral. A história segue Montag, um desses bombeiros, e sua descoberta de um outro lado da vida.

119960295_1GG

 

 

Embora tenha sido escrito na década de 1950, Fahrenheit 451 é extremamente atual. Fala de um futuro onde os livros estão sendo esquecidos, deixados de lado, e as pessoas perderam o contato com a vida social e o mundo real, substituindo-os pela companhia de televisões e famílias virtuais.

Familiar?

Recomendo com vigor de uma MANGUEIRA QUE EXPELE FOGO!

Compre aqui (tá só R$10)!

 

De nada

Essencial Biblioteca da Formidabilidade – Os três mosqueteiros!

 

Os JOVENS tendem a associar tudo que é clássico a algo CHATO e, reconheço, em muitos casos é verdade.  Mas NÃO É, de maneira alguma, o caso dessa EXCEPCIONAL obra de aventura histórica escrita em 1844!

Uma coisa curiosa acerca de Os Três Mosqueteiros é que quase todo mundo já ouviu falar deles, a grande maioria pode atê citar o nome dos QUATRO companheiros, mas quase ninguém LEU. E isso é um ABSURDO, porque o livro é SENSACIONALMENTE FORMIDÁVEL!

Sei que os senhores são fãs de ficção histórica (Cornwell e Conn Iggulden fazem SUCESSO por aqui) saibam, pois, senhores, que Alexandre Dumas, além de ter sido o primeiro a incorporar o sensacional cabelo AFRO à sociedade francesa) é um dos PAIS do gênero.

Em Os Três Mosqueteiros se passa no século XVII, na França, e segue o pobre d’Artagnan no seu desejo de unir aos Mosqueteiros, a guarda pessoal do Rei Luis XIII. Nada ocorre como esperado, é claro e, após se tornarem PARCEIROS, os quatro se METEM  em uma trama que envolve o rei, a rainha, bebedeira, a melhor vilã da história da literatura e a mais excelente aventura ao estilo capa e espada.

É sensacional, especialmente se você considerar a IDADE do livro e a maneira como foi escrito – cheio de ação e aventura. Só posso imaginar NERDS de 1850 lendo isso de peruca branca e dando soquinhos na mesa de EMOÇÃO.

Se você nunca leu, reclame com seu pai por não ter lhe dado uma formação decente e COMPRE AGORA! ANDA!

 

Compre AGORA!

 

Sério, ANDA!