Cinelol – 1001 filmes para ver antes de morrer – Tubarão

Tubarão – 1975

EUA

Direção: Steven Spielberg

 

 

Há filmes que marcam as pessoas de maneira profunda e Tubarão é um deles.

Lembro-me que, quando criança, encontrei na vasta coleção de VHS do meu pai uma fita de Tubarão. Assistir àquilo mudou minha experiência com água para sempre. Passei ANOS morrendo de pavor de praia. Até piscinas me amedrontavam. A música, AQUELA que mesmo quem nunca viu o filme conhece, tocava na minha cabeça sempre que alguma situação de tensão se avizinhava.

 

É um daqueles filmes que você sente que conhece, mesmo que nunca tenha visto ou até tenha, mas não se lembre de nada. Esse é meu caso. Devo tê-lo assistido pela última vez há 20 anos e fiquei surpreso, vendo dessa vez, com o quanto de coisa que eu NÃO lembrava. Ainda assim, foi como rever um velho amigo.

Foi, ainda, uma coincidência bem-vinda, já que esse ano faz 40 anos desde que ele foi lançado!

 

 

jaws

 

Tubarão não foi o primeiro filme do Spielberg, mas foi, certamente, seu primeiro grande sucesso! E o sucesso foi tão grande (custou US$9 milhões e rendeu US$470 milhões!) que é considerado por muitos o primeiro verdadeiro blockbuster! Foi o filme com a maior renda na história do cinema até ser superado por Star Wars.

A história é bem básica, nada genial. Uma cidade de veraneio que vive de turismo tem o verão ameaçado quando um tubarão começa a atacar banhistas. O prefeito, obviamente, tenta amenizar o problema e o xerife (Roy Scheider) se junta a um oceanógrafo obviamente adepto de meios alternativos de relaxamento (Richard Dreyfuss) a fim de descobrir a raiz do problema. E eles descobrem um tubarão gigantesco, muito maior que o que esperava, vindo das profundezas do INFERNO e CAVALGADO PELO SATANÁS EM PESSOA (mentira, é só um tubarão muito grande mesmo). Para lidar com a situação, eles são obrigados a se juntarem ao melhor estereotipo de LOBO DO MAR que você pode imaginar (feito brilhantemente por Robert Shaw) e sair à caça.  A melhor parte do filme é quando os três estão em alto mar. A tensão entre os personagens de Shaw e Dreyfuss é REAL. Dreyfuss declarou milhares de vezes que detestava Shaw, que passava a maior parte do tempo bêbado e problemático.

 

crew-of-the-orca-jaws-1975-

 

 

Igual à premissa de dezenas de outros filmes, certo? Certo. A diferença está na EXECUÇÃO.

E nisso Tubarão é brilhante! O que era para ser um filme de aventura, ou ação, se desenrola mais como um filme de suspense ou terror. E tudo contribuiu para isso.

O tubarão, claro, é fundamental. Nos anos 70 os efeitos gerados por computador ainda não eram bons o suficientes para SUBSTITUÍREM efeitos práticos, de modo que eles são usados com muita parcimônia. O que é excelente! É por isso que o tubarão parece tão REAL. Porque ele é! Não é apenas uma série de números que existem dentro de um computador, foi um boneco, em tamanho real, que se movia, mexia e interagia com os atores. Aliás, foi um DEFEITO no tubarão mecânico que levou Spielberg a ter a ideia de usar a câmera para simular a visão do tubarão e produzir mais TENSÃO na história.

 

thebestandworstmoviesharks1 49305-jaws_spieldberg

 

A incrível música do John Williams, ao estilo dos filmes de Hitchcock,  não é só um elemento, é um personagem. Sem ela, a história e a trama seriam diferentes. Sério, escuta essa porra aí e fala que não te dá medo de entrar até no chuveiro!


 

Revendo, não fica difícil perceber por que Tubarão é um clássico. É uma história simples, executada à perfeição!

 

Nota: 5/5

 

E você, o que achou de Tubarão?

 

 

Trailer

 

Próximo filme: O Gabinete do Dr. Caligari

O filme sorteado para a próxima coluna foi O Gabinete do Dr. Caligari, de 1920!

Preparem-se para FILME MUDO e assistam antes para comentarmos juntos!

 

 

 

Esse post só foi possível graças aos nossos patronos

Esse post só foi possível graças a leitores que estão patrocinando o LOL! Com ao menos 1 dólar por mês, você também pode ajudar a garantir que mais conteúdo como esse seja criado.

 

Se você curtiu e quer ver mais coisas assim, considere virar patrono do LOL você também :)

 

 

loading...