Divã do Sicko: Faço sexo romântico porque respeito minha namorada

Caro Sicko, pode me chamar de Lucas. Tenho 28 anos, sou advogado, tem uma vida confortável e namoro há 6 anos. Lhe escrevo não por ter algum problema. Na verdade é mais pra ouvir a opinião de alguém que admiro e sei que vai me compreender.

Você sabe como é, nós homens sempre conversamos sobre nossa vida sexual. E meus amigos sempre falam sobre como transam com suas namoradas de forma grosseira, com tapas, puxões de cabelos e até mesmo xingamentos. Eles riem de mim porque digo que sou contra isso.

Acredito que esse tipo de tratamento deve ser reservado a garotas de rua com quem você tem uma foda casual. Sua namorada, a mulher com quem você pretende se casar, deve ser respeitada e tratada com carinho. Não me imagino batendo na cara da minha namorada nem xingando-a. É uma tremenda falta de respeito e apesar de nunca ter conversado com ela sobre isso sei que ela concorda. Com 6 anos de namoro a gente aprende a ler os sinais.

O que você pensa sobre isso? O que você acha de mulheres que curtem essas coisas?

Lucas

Prezado Lucas, o senhor sofre da grave Síndrome de Tendências homoeróticas Machista Romântica com Provável Encornância.

 

Não é lúpus

Como você pode depreender pelo nome, trata-se de uma síndrome GRAVE cuja cura é bem rara. Tentarei, entretanto, lhe mostrar o caminho da LUZ.

Para deixar nosso exercício mais didático, DESMEMBRAREI seu problema.

 

“Tendências homoeróticas”

Comecemos pela sua primeira afirmação equivocada:

“ nós homens sempre conversamos sobre nossa vida sexual”

Errado. O verdadeiro HOMEM não sente desejo nem necessidade de expor aos amigos a intimidade que ele compartilha com uma mulher (seja ela sua namorada ou, nas suas palavras, uma “garota da rua”). Seus amigos são inteligentes o bastante para saberem o que um casal faz. Não é necessário CAVAQUEAR acerca de todas as formas que seu pênis é capaz de adentrar a vagina da sua parceira.

Ao compartilhar a intimidade do casal você está, metaforicamente, convidando seus amigos a transarem com vocês.

Seus amigos em volta da sua namorada (mas você queria que fosse você)

A maior GRAÇA do sexo não está nas sensações físicas que ele propicia (muito embora boa parte dela possa ser encontrada em comer aquele ânus rosáceo pela primeira vez), mas sim no fato de ser um momento íntimo entre duas (ou um grupo de) pessoas que se elegeram como parceiros para aquela experiência.

A lógica clara, portanto, é a de que, ao ELEGER seus amigos para participarem mentalmente das suas trepadas ouvindo seus relatos, você os está CONVIDANDO a entrar na suruba. Se o seu desejo é esse, aconselho que acabe com os ATALHOS e convide um deles para lhe ENRABAR.

“Machista”

Sexo bruto só com meus amigos

Pode parecer contraditório, mas é possível encontrar tendências homossexuais e machismo habitando a mesma pessoa. E você é a prova.

Ao mesmo tempo em que conta aos amigos em detalhes todos os papais e mamães muito loucos e alucinados que faz com sua namorada você se veste de arauto da virtude ao se recusar a comê-la “de forma grosseira” (e, nesse termo, já há prova suficiente da sua vontade de ingerir mandioca pela via inversa) . E mais: não vê problema algum em “comer grosseiramente” as “garotas da rua” que,  presumo, você pega quando sai com seus amigos.

 

“Romântico”

E o termo aqui não é empregado com a conotação de “homem que ama sua mulher e a trata como especial, fazendo-a se sentir a pessoa mais amada, desejada e sortuda do mundo”. É empregado no sentido do século XIX, quando o bom romântico era aquele que amava uma mulher idealizada, intocável, sem pecados e, provavelmente, sem vagina.

Você, meu amigo, é um Álvares de Azevedo travesti. Byron foi um Jack Bauer de testosterona se comparado a você, afinal ele não teve medo de largar seu país e título de nobreza para enfrentar o IMPÉRIO OTOMANO na Guerra de Independência Grega enquanto você tem medo de enfrentar a VULVA da sua namorada.

Ele está pensando na quantidade de pirocas que ainda precisa chupar pra ser tão gay quanto você

Você, meu jovem, é o pior tipo de romântico que existe.

“Provável encornância”

Essa parte é fácil de interpretar: se o senhor continuar a pensar assim e, se sua namorada não lhe fizer o favor de terminar antes, o CHIFRE é seu destino. A explicação se encontra na NATUREZA.

OBSERVE o maravilhoso reino animal. Caminhe pelas colinas viçosas e verdejantes do campo e procure um casal de animais de qualquer espécie e OBSERVE seu acasalamento.

(Eis um vídeo ilustrativo para o caso de o seu acesso à natureza ser difícil)

Não há delicadeza, não há juras de amor. O macho domina a fêmea de forma vigorosa, muitas vezes imobilizando-a com uma mordida (o equivalente irracional de segurar pelo cabelo) e a penetra INCLEMENTEMENTE.

Toda FÊMEA carrega dentro de si o gene que faz sua VAGINA (ou cloaca) PISCAR em êxtase diante de um tratamento BRUTO, DOMINANTE e DETERMINADO. E, como animais, não somos diferentes. TODA MULHER sente que o CHAMADO NATURAL foi completo ao ser MONTADA por um macho dominante. Você vai encontrar dezenas que neguem, que digam que sexo é só com carinho, que apanhar na cama é um absurdo, mas elas estão te enganando ou, pior, SE enganando.

Há, de fato, algumas  que acreditam nisso, e não há luz mais brilhante que a EMANADA dos olhos de uma mulher quando é pegada como FÊMEA pela primeira vez. É a luz da DESCOBERTA do verdadeiro propósito da vida.

Como se sente uma mulher ao descobrir os prazeres de ser pega por um MACHO

É claro que isso só se aplica ao SEXO e, mesmo então, há de se compreender que toda essa FIRMEZA e aparente brutalidade é uma forma de carinho. Pense no seu pênis como um BOTÃO ATIVADOR DE CONAN, O COMEDOR. Nos momentos do relacionamento em que seu pênis não estiver ereto você DEVE continuar a ser um cavalheiro, educado, gentil e carinhoso.

Jamais se esqueça: a maior prova de respeito pela sua mulher é comê-la como ela DEVE ser comida.

A dúvida que fica

O que vai definir, ao final das contas, se o seu destino é ser um PEÃO CAVALGADOR DE ANCAS FEMININAS ou um gay enrustido tendo ereções enquanto compartilha experiências sexuais com os amigos é o seu DESEJO.

Assim como toda mulher traz dentro de si o desejo de ser DOMINADA, todo homem é um MACHO DOMINADOR. Se a ideia de chegar em casa com tesão, encontrar sua namorada na cozinha, pegá-la pelo cabelo e enrabá-la na pia antes de dizer “boa tarde” lhe excitar, parabéns, você tem potencial, mas só está mal orientado. Senão …

Veja outros Divãs

Envie seu pedido de ajuda!

 

 

loading...