Esse é Robert McGee, que aos 13 anos foi escalpelado por um chefe indígena e sobreviveu

 

Robert e sua família estavam migrando para o oeste americano em 1864 quando sua carroça foi atacada por índios sioux . Seus pais já havia morrido na viagem, antes do ataque, mas, entre os presentes, todos foram mortos, exceto Robert, que assistiu a tudo. Ele foi baleado nas costas pelo chefe do grupo, Pequena Tartaruga, mas sobreviveu.  Vendo que o garoto caído estava vivo, o chefe indígena atravessou duas flechas por seu corpo, para prendê-lo no chão, e arrancou seu couro cabeludo. Em seguida ele foi espancado e esfaqueado pelo restante do grupo. Mais tarde, Robert foi descoberto, ainda consciente, por um grupo de soldados.

 

Eu quero saber: o que diabos está acontecendo na Síria?

Sicko, parabéns pelo artigo sobre a Palestina … mas o que eu queria saber mesmo é o que tá rolando na Síria! A gente vê falando sobre isso no jornal mas eu fico muito perdido. FALA PRA GENTE!

André Damasceno 

 

A verdade é que, quem disser que pode te explicar com precisão todos os fatores, motivações e forças por trás do conflito na Síria está MENTINDO. E, sim, incluo aí especialistas. É uma bagunça tão grande que, mesmo que você entenda todo o factual, é impossível extrair daí uma única interpretação.

O certo é que, o que se passa hoje na Síria, é a culminação de um processo complexo que começou, pelo menos, no fim da Primeira Guerra Mundial, quando o país foi formado a partir do fragmentado Império Turco-Otomano. Mas a Síria não nasceu como um país livre. Até 1946 foi um protetorado sob supervisão dos franceses e quando esses abandonaram de vez o país, deixaram, como é de se esperar, uma zona do caralho.

Leia mais

loading...