Ato de gentileza no metrô de Nova Iorque

Desculpem a falta de legenda, mas o que aconteceu foi o seguinte. A moça estava vendendo rosas no metrô. Esse homem de terno se aproximou e comprou todas. Tirou 140 dólares da carteira e comprou tudo. Mas não quis levá-las, pediu que a moça as distribuísse de graça.

Parece besta e até engraçado que uma coisa boba como essa possa chamar tanto a atenção. Mas chamou a minha. Nova Iorque é uma cidade imensa. A vida é corrida e, especialmente em uma cidade assim, a gente transita alheio ao fato de que estamos rodeados por seres humanos, exatamente como a gente. É nesse contexto que atos de gentileza como esse se tornam importantes. Um pequeno ato pode mudar o dia e a vida das pessoas.

Pensem nisso. Gentileza é gratuita (no caso custou dinheiro a ele, mas tenho certeza de que foi uma soma irrelevante) e tem efeitos incríveis :)

Cachorros de rua aparecem em funeral de mulher que os alimentava

cac (2) Margarita Suarez, uma senhora que vivia em Merida, México, sempre alimentou cachorros de rua. Essa semana ela morreu e, enquanto era velada, um grupo de cachorros apareceu. Os funcionários da capela disseram que nunca haviam visto os cachorros antes e a família confirmou que Margarita cuidava deles. Eles ficaram até que o caixão fosse levado, então foram embora.

 

 

Leia mais

Heróis da vida Real – Dashrath Manjhi

630245_900

 

Dashrath Manjhi era um morador de Gehlaur , uma pequena vila pobre no interior da Índia. Gehlaur fica perto de Gaya, uma cidade com mais de 4 milhões de habitantes, e dela depende para fornecimento de saúde, bens industriais e tudo o mais que falta a seus habitantes. O problema era que, entre Gehlaur e Gaya, havia uma imensa montanha de 91 metros de altura.

 

630245_900

 

Leia mais