Homens reparam nos pés femininos.

Alguns com menos intensidade, outros com fervoroso amor, mas todos reparam.

No entanto, na China Imperial o fascínio por pés teve proporções maiores do que qualquer ocidental poderia imaginar.

 

Podolatria level: Asian

 

Os pés femininos, para serem considerados perfeitos, deveriam se assemelhar a uma flor de lótus. Desse modo, deveriam ser minúsculos e curvados como a lua, fazendo com que as moças tivessem um andar por vezes desequilibrado, porém, gracioso.

Flor de lótus?

O hábito de enfaixar os pés femininos teve inicio por volta do século X e durou por mais de mil anos.

Os pequenos e curvados pés eram eróticos, a sensualidade das mulheres era inversamente proporcional ao tamanho de seus sapatos. Ter pés pequeninos e curvados demonstrava classe e pureza, além de explicitar a fragilidade da mulher e sua submissão ao homem.

As tchutchucas da província

Ter uma esposa ou concubina dotada de pequeninos pés era, também, sinônimo de status. Isso porque tais senhoras eram impossibilitadas de realizar qualquer tipo de trabalho, pois não conseguiam andar normalmente, sendo necessário contratar empregados para cuidar dos afazeres domésticos.

Desse modo, ter pés minúsculos era uma oportunidade de se ter um bom casamento e, por isso, apesar do hábito ter sido iniciado na nobreza, logo se espalhou por todas as classes sociais.

Ana Hickmann ficou para tia

A prática consistia em curvar os dedos para dentro e amarrá-los com ataduras suficientemente fortes para quebrar os ossos e interromper o crescimento dos pés.

Costumava-se realizar o procedimento a partir dos três anos de idade.

Passo a passo (não tente fazer isso em casa):

  1. Os pés eram mergulhados numa mistura de ervas e sangue de animais;
  2. As unhas eram cortadas para impedir que, ao crescerem, propiciassem algum tipo de infecção;
  3. Os pés eram massageados (nessa altura a garota devia achar que ganhou um dia de princesa, tadinha);
  4. As ataduras eram mergulhadas na mesma mistura em que foram mergulhados os pezinhos;
  5. Os dedos eram dobrados para dentro e então pressionados com força para baixo, sendo espremidos contra a sola do pé e então amarrados pela bandagem.

Quando o procedimento era bem sucedido, os pés chegavam a medir cerca de 7,5 centímetros.

Maior que o seu pênis

Ao longo do crescimento dessas meninas, os ossos dos pés ficavam cada vez mais atrofiados.

No entanto, a dor e a dificuldade de locomoção não cessavam com o tempo. As ataduras eram constantemente retiradas, as unhas cortadas e então uma nova bandagem era feita, ainda mais apertada.

Logo após todo esse procedimento, as garotas eram obrigadas a caminhar para que o peso do corpo esmagasse os dedos e propiciasse a tão desejada forma de lótus.

Tinham sorte se os dedos gangrenassem e caíssem de uma vez, pois assim o tamanho dos pés seria ainda menor.

=(

Muitas mulheres se habituavam a andar de joelhos pela casa, para que não tivessem que se apoiar nos frágeis pés.

O fim do costume

Ao que tudo indica, depois de uma derrota numa batalha naval, o conselheiro do Imperador disse que a causa seria o fato das mães dos ingleses e americanos não enfaixarem os pés, gerando, assim, filhos mais fortes.

Houve, portanto, a edição de um decreto em 1911 proibindo a prática.

No entanto, como é sabido, nenhum decreto ou lei é capaz de mudar costumes de forma tão impositiva. Assim, em muitas províncias ainda se mantinha o status acerca das mulheres de pequenos pés.

O fim definitivo desse hábito só ocorreu com o advento da revolução comunista, que passou a considerar tais mulheres como sinônimo do antigo regime, proporcionando escárnio contra essas pobres senhoras.

Hoje, devido aos genes highlanderzísticos dos chineses, ainda restam muitas idosas com os pés deformados pela prática.

Doía tanto, que durante a noite eu libertei meus pés para, em segredo, esfregá-los. Quando meus pais descobriram, levei uma surra. Depois disso, eles costuraram a bandagem, para que eu não pudesse desfazê-la jamais.

Zhang Huaixian – Senhora chinesa que teve, aos três anos de idade, os pés enfaixados pelos pais.

 

Miss Piggy

Os velhos tempos nem sempre são nostálgicos.

No entanto, analisar o passado é sempre uma forma de tentar entender os rumos de toda a história.

E o caso dessas mulheres nos remonta à pertinente indagação:

“Por que, asiáticos, por quê?”

Bons e velhos tempos: Pés de Lótus

Categoria: Bons e Velhos TemposDestaque
74

74 comentários

  • Por mais que seja parte da cultura de um povo, é impossível olhar pra isso sem sentir um certo medo da capacidade de ter mentes doentias das pessoas.

    • Se vc olhar pra qualquer cultura/religiao diferente da sua voce sente isso.
      Simplesmente nao se discute.

      • Por que não?

      • Então para vc o nazismo não é errado, é só uma cultura diferente???????????

        Os índios que matam irmãos gêmeos por achar que um deles pode ser o demônio também tá certo pra vc???????????

        • Certo e errado é sim uma questão subjetiva. Para eles tudo isso é certo. Para nós que não estamos acostumados a tais "barbaridades" é errado.

        • Não é certo e nem errado, culturalmente falando, isso é normal para eles e estranho para nós. Cada cultura enxerga o mundo por uma "lente" diferente, discutir sobre isso é basicamente o mesmo que discutir sobre time de futebol.

          • Eu sei que cada povo vê de forma diferente e que isso parece normal aos olhos de quem pratica, mas a dor e o sofrimento causados às pessoas são iguais em qualquer lugar e época.

            Os índios que praticam o infanticídio por acreditar que estão fazendo a coisa certa, podem até ter a consciência tranquila, mas imagine como se sente uma criança sendo enterrada viva!!!

            Se nós queremos evoluir como espécie nós temos que discutir, sim, esses assuntos e temos que defender o respeito ao próximo para que meninas de 3 anos de idade não tenham os pés esmagados pelos próprios pais, ou que sejam enterradas vivas por um cacique, para que mulheres não sejam obrigadas a se casarem com seus estupradores (caso recente no marrocos…), etc…..

          • é por isso que o ocidente é o lado mais desenvolvido do planeta
            ele deixou, em partes, de lado muitas crenças culturais e étnicas
            assim criando uma sociedade mais racional

            e no caso de estranhar culturas
            é a mesma coisa que estranhar religiões

        • Nazismo não era cultura de um povo e sim algo produzido por uma mente podre e doente!
          Muitas coisas são impostas por tanto tempo que passa a fazer parte do cotidiano de um povo !
          Eu mesmo acho que se não comentar no LOLHEHEHE estou ferindo toda uma tradição!

          • Meu amigo, a teoria da superioridade ariana, que dizia que os arianos eram a "raça" escolhida por Deus faz parte de uma antiga mitologia nórdica que, dizem, foi criada a partir de um "intercambio cultural" que teria se formado com expedições muito antigas de nórdicos que chegaram até o Tibet, e de lá eles trouxeram o símbolo da suástica, por exemplo. Ou seja, o "nazismo" em si era um movimento político, mas embasado, também, em antigas mitologias, logo, também se enquadra como "cultura" (que, obviamente merece, mereceu e sempre merecerá ser julgada, discutida e condenada).

          • também lembrando que quem inventou o sistema de castas e essas coisa aí foram os arianos que se instalaram na península indiana a sei la quantos anos atrás

        • Nazismo é, ao mesmo tempo, uma "cultura diferente" e errado. E merece ser discutido. E não misture as coisas. Existe uma diferença muito grande entre discutir sobre quem usa alargador nas orelhas e quem exalta o extermínio de milhares de pessoas.

    • Mesmo as ocidentais de séculos passados não sofrerem essas deformações, o uso do corset (espartilho) era algo similar (quanto menor a cintura, mais frágil e sensual era a mulher), salto alto e sapatilhas de ponta (ballet) também se assemelham. Na minha humilde opinião, (tendo usado esses três, não senti dor, mas sim "pressão"), os chineses realmente levam as coisas muito a sério ._.

    • É errado e o fato de nossa cultura ter tido erros semelhantes não torna certo. A integridade física e mental não é acessível a todos (infelizmente) mas salvo algumas exceções a humanidade vem avançando. O fato de por exemplo milhões ainda não terem saneamento básico no Brasil não quer dizer que 'seria a mesma coisa' se estivessemos matando as crianças que nascessem pobres, não tornaria isso apenas uma 'prática cultural diferente'.

  • Eu li em algum lugar que ate um tempo atras os homens chineses tinham um certo "nojo" de mulheres com numero maior do que 35

  • Por algum motivo misterioso essas imagens de pés atrofiados me proporcionaram um mal-estar que nem as mais escrotas nojeiras orientais desse blog já tiveram a capacidade de proporcionar.

  • Sinistro !! Ainda bem que não nasci nessa época e nem nesse lugar…

  • Me deu câimbra

  • Que dor insuportável tantas crianças sentiram, e depois viraram mulheres e continuaram sentindo a vida inteira, por mais que seja cultura e eu respeito isso, eu agradeço por não ter nascido nessa época e muito menos nesse lugar :s

  • mas que bizzarro

  • Se na China tivesse o teste do pezinho isso não deveria existir!!!

    • PARA VELHO PELO AMOR DE DEUS! Ou do Diabo no seu caso! PQP

    • Ignorante!

    • Vou dando scroll down, até achar um ponto vermelho, que no seu caso são os pontos negativos, após achar… vou la e dou um negativo IOAPEIPOAIEOPAIOE

  • esses chineses… só maluco!

  • Sempre que vejo esses pezinhos aleijados paro de reclamar que meu pé 34/35 é pequeno demais. Coitadas.

  • Que coisa ridícula, isso nem ao menos deixa o pé bonito, fica parecendo pé de porco e não uma flor de Lótus.
    Sou 23842394729834 vezes mais os pés 46 da Ana Hickmann.

  • O conselheiro do imperador estava errado, geneticamente nada é comprovado que as mães chinesas de pés
    frágeis poderiam dar a luz a filhos mais fracos, contudo se essa prática influenciasse diretamente no fenótipo
    de seus filhos, aí sim esta afirmação teria alguma relevância.
    Pow, gostei do novo colunista!
    a matéria também, já conhecia, porém não com tantos detalhes!
    Tá de parabéns D.

  • Imbecilidade do ser humano é proporcional a sua imaginação.

  • conheci um ginecologista no rio, aposentado, que faz a seguinte associação:

    pé de mulher = buceta. forma, profundidade, largura, como é cuidada, se tem pelo, se não tem, se é gorda, etc.

    aos amigos, fica ai a provocação, seja pra imaginar, seja comprovando empiricamente. da minha parte, costumeiramente e curiosamente, de fato são similares.

    abraços.

  • Bom texto e post. +1

  • Excelente coluna!

    • Ô Sicko fale sobre aquela tribo da África (eu acho) onde as mulheres não têm clitóris, pq na cultura deles a mulher não pode sentir prazer, pois só servem para reproduzir…

  • Vendo essas coisinhas nojentas eu amo ainda mais meus pés 40!

  • outros com fervoroso amor, rsrs

  • DESCONFIO QUE O AUTOR DESSA COLUNA SEJA O ETERNO TANGO DO EXTINTO LOLCAST E NAO SEREI FACILMENTE CONVENCIDO DE QUE MINHA SUSPEITA NAO TEM FUNDAMENTO SOLIDO, NO MAIS, SICKO TU ES UM FILHO DA PUTA HAEUHAEUHAUEHUEAHUAEH

  • Escritor D. cumpre a cota da melhor idade no rol de colunistas deste sítio e escreve aos domingos a cada 15 dias.

  • à parte toda a discussão sobre os pés de lótus,
    "Homens reparam em pés femininos" realmente
    chamou minha atenção aqui. Se a moça tiver pé feio,
    bem feio mesmo – tá, é o meu caso, e sei que é
    até anti-ético julgar meus pés perante essa realidade
    desumana aí das chinesas, mas enfim, se a moça -hehehe eu
    -tiver pé feio, as possibilidades com os homens diminuem?
    Porr@, fiquei bolada agora, Sicko.

    • Aninha, contanto que seus pés não tenham CHULÉ, PÊLOS, SUJEIRA e UNHAS ROÍDAS, existem partes mais importantes do seu corpo com as quais se preocupar.

    • Aninha, se os seus pés são "feios" não os mostre logo de cara, dê mais destaque às suas qualidades do que aos seus defeitos. Se você tiver uma bela bunda ninguém vai ligar para os seus pés e você só vai perder pontos com podolatras mesmo….. e nós brasileiros somos quase que na maioria "bundolatras" ou "peitolatras". kkkkkk

    • simples:use sapato fechado,hehehe!
      brincadeira..cuide bem do seu pé,pinte as unhas,apare os pêlos sobressalentes,lixe seu pé e pronto!se maquiagem no rosto faz diferença,pq um bom trato nos pés nao fariam!?aninha,desencane.ninguém vai deixar de ficar com vc por causa do seu pé!

  • FAP FAp FAP FAp FAP FAp FAP FAp FAP FAp FAP FAp FAP FAp FAP FAp FAP FAp FAP FAp …

  • Religião e Culturas (algumas) sempre não-humanas…

  • Tudo isso por causa do brilhante trabalho de 6 dias e 1 de descanso de um certo senhor aí…. PORRA

  • eu sou fissurado por pés femininos e não sei como alguém,algum dia,achou isso bonito.sem falar que é desumano.

  • bom artigo =D

  • Ja tinha lido sobre isso ae em algum lugar.
    Muito bom o post hein!
    .
    Quanto as garotas. No meu caso eu realmente curto uns pesinhos 35.
    Vocês que tem vergonha de aparecer na Galeria da Fama, pode mandar fotos deles. =]
    o/

  • Já tinha lido sobre isso… E sou da seguinte opinião: existe uma ética universal, independente de moral, religião ou cultura. E se determinado ato "fere" essa ética, tem que ser CORTADO! Estamos no século 21, karalho!
    Foda-se a cultura, religião ou moral de um povo, se isso traz dor e humilhação para as pessoas!

    E TENHO DITO!

  • Parabéns pela coluna! adoro ler sobre cultura, mesmo que esteja extinta.

Deixe uma resposta