Um homem que é conhecido por ter o maior pênis do mundo foi parado por agentes da TSA (Administração da Segurança em Transportes dos EUA, na sigla em inglês) no Aeroporto Internacional de San Francisco sob suspeita de que estivesse escondendo uma arma.
“Eu disse: ‘É o meu pênis’”, contou ao “Huffington Post” Jonah Falcon, que diz deter o recorde do maior pênis do mundo.

“Ele me revistou por baixo, mas fez questão de apalpar [o pênis] com as mãos. Eles até colocaram um pó em minhas calças, provavelmente um teste para explosivos. Eu achei engraçado.”
Falcon, que já trabalhou como ator, disse que não estava com o pênis ereto no momento, mas seu pênis de quase 23 cm provocou suspeitas suficientes para uma alerta e uma revista completa.

“Só vou usar shorts para andar de bicicleta a partir de agora”, disse Falcon, que felizmente não perdeu o voo devido à “ameaça”. “Eu achava que os agentes de segurança de San Francisco já tinham experiência como essas, mas pelo jeito, não”, brincou o ex-ator.

Via G1 e recomendado pelo Cocagelada, que acompanha em tempo real todas as notícias sobre pirocas do mundo!

 

Para aguentar o difícil trajeto, com várias subidas inclinadas, do Desafio da Paz, no Complexo do Alemão, o guardião de Piscina Paulo Henrique dos Santos, de 35 anos, resolveu se fantasiar de o Incrível Hulk e buscar forças dignas do herói do cinema. Durante a competição, no Complexo do Alemão, a fantasia fez sucesso. Mas na hora de se livrar dela, a surpresa: Paulo Henrique não conseguiu voltar à “forma humana”.

Para aguentar o difícil trajeto, com várias subidas inclinadas, do Desafio da Paz, no Complexo do Alemão, o guardião de Piscina Paulo Henrique dos Santos, de 35 anos, resolveu se fantasiar de o Incrível Hulk e buscar forças dignas do herói do cinema. Durante a competição, no Complexo do Alemão, a fantasia fez sucesso. Mas na hora de se livrar dela, a surpresa: Paulo Henrique não conseguiu voltar à “forma humana”.

 

Leia mais

Volte para a cozinha

 

Um britânico admitiu em tribunal ter ministrado esteroides para sua esposa com o objetivo de fazê-la sentir-se gorda e preferir ficar em casa, cuidando da família em vez de trabalhar, segundo a imprensa local.

Nove presas fugiram da cadeia de Santa Adélia, no interior de São Paulo, após aproveitarem a entrega de uma pizza para render a carcereira na noite do último sábado.

Segundo informações de policiais da delegacia da cidade, as detentas recebem lanche durante o fim de semana e no sábado elas escolheram pizza. Quando a carcereira foi abrir uma das celas para entregar o pedido, ela foi mantida refém e nove presas conseguiram fugir.