Alemanha Ocidental – 1971

Direção: Werner Herzog

Imagine nunca ter visto ou ouvido NADA. Desde pequeno perceber e interagir com o mundo apenas com o tato, o paladar e o olfato.

É assim a vida das pessoas retratadas em Land des Schweigens und der Dunkelheit, do prolífero documentarista alemão Werner Herzog.

A personagem central do documentário é Fini Straubinger, mulher que perdeu a visão e a audição na adolescência e dedica sua vida a ajudar surdocegos.

Por ter se tornado surdocega na adolescência Fini foi capaz de manter a habilidade de falar com clareza. Ela também consegue ler os lábios das pessoas tocando-os e é capaz de se comunicar usando uma inventiva linguagem de sinais para surdocegos que consiste em toques nas mãos.

Aprendendo a se comunicar sem ouvir ou ver

Essa habilidade de se comunicar tornou Fini uma espécie de porta-voz da comunidade de surdocegos. Ela viaja toda a Alemanha visitando instituições e famílias a fim de tornar a vida dessas pessoas mais fácil.

O despreparo das famílias para lidar com a situação faz com que alguns pacientes se mantenham em um estado primitivo engatinhando pela casa e emitindo ruídos animalescos sem poder se comunicar. Muitos são confundidos com pacientes de alguma doença mental.

Tocando a música

Fini lhes dá alguma esperança resgatando-lhes do foço escuro e silencioso dentro de si mesmos.

Herzog adentra o mundo dessas pessoas e nos leva junto. Nos faz perceber nosso próprio mundo sem usar os sentidos sobre os quais mais nos apoiamos.

É tocante e sublime. Quase poético.

[rating:5]

Veja um trecho:

httpv://www.youtube.com/watch?v=lRJM8xa6qbo

Cinelol – Land des Schweigens und der Dunkelheit

Categoria: CinelolDestaque
34

34 comentários

  • Curti..

  • Sicko, poderia recomendar algum site/loja/camelo para eu comprar? (:

    • Só conheço a Amazon (e tá carão)

    • Legendas.tv para baixar a legenda (precisa se cadastrar, mas é tranquilo)

      Isohunt.com, btjunkie.org ou o bom e velho piratebay pra baixar o filme via torrent.

  • das ist sehr wichtig deutsch zu hören und verstehen

  • Herzog é sempre excelente!

    • verdade velho, tem pessoas que não precisam de muito pra mostrar o quão brilhante são para tocar na alma do próximo. (meio bíblico isso mas quem conhece entenderá 100%)

  • Sicko seu pederasta! Voce critica o uso de animais selvagens e afins e paga pau prum documentario em que a capa eh um chimpanze beijando a vovo mafalda, decepcionante!

  • Dolorosamente tocante.

  • Herzog eh foda d+, soh nao eh melhor que michael bay neh, pq nos filme dele tudo explode , eh mto legalzao

  • Sicko, o documentário faz lembrar muito a Helen Keller. Cega e surda desde os 19 meses de idades, Keller não só aprendeu francês, latim e alemão, como foi a primeira pessoa nessas condições a se diplomar em um curso superior. Aluna condecorada de filosofia, com alguns livros publicados e uma vida repleta de significado.
    Tem um filme de 1962 que é baseado em sua autobiografia (http://www.youtube.com/watch?v=Rqzm1JFdc6g), pra quem aguenta filme preto e branco vale a pena conferir.

    E, além disso tudo, era mó gata (http://migre.me/2yzBp).

    Puta guerreira Helen Keller, mulher OF DOOM.

    • não era tãaaaaao gata assim, mas é um exemplo de vida, isso é fato

    • Eu ia falar do caso da Helen Keller também.

      Não sabia desse filme, mas já vi o sobre o Kaspar Hauser, que vai na mesma linha e também é do Herzog. Achei o filme em si meio sem graça, mas a história (que é real e eu já conhecia) é bem curiosa.

  • Tocante (Literalmente)…

  • É desse Sicko que eu gosto. O mesmo de 2008/9.

    Valeu pela dica.

  • Nice!

  • =] êta, peste, Google Tradutor botando pra fuder ai, ein… =]

  • Muito bom. Olhei na aula de sociologia.

  • Esse é um tema que me deixa muito curiosa. Já estudei aquisição de linguagem para surdos, e fiquei me perguntando o quão complicado seria para surdos e cegos. Verei, com certeza.

  • Fodástico. _,,/

  • Aguirre, a Cólera dos Deuses – se tiverem oportunidade assistam ao making of de aguirre e vejam a relação “pacifica” entre o klaus kinsky e o herzog….hahaha….muito foda um cara naquela época querer filmar no meio da mata amazônica, correndo inclusive riscos de vida…Herzog é foda, um dos meus cineastas favoritos !

  • Quanta besteira. Ela manja se comunicar pq ja sabia falar, ler e escrever. Não tem Hellen Keller nesse mundo não, é tudo farsa.To pra ver um cego e surdo desde q nasceu falar. Pra mim Hellen Keller é um grande fake. Não se aprende alemão, francês e latim escrevendo na maozinha nem fudendo.

  • O caso de Hellen Keller é a exceção da exceção; no filme, traduzido no Brasil como o Milagre de Anne Sullivan, temos uma vaga noção do que ela passou.
    Só porque uma coisa é dificílima, não quer dizer que uma pessoa não possa fazê-lo.

  • Putz deve ser muito foda mesmo, ser surdo e cego……

Deixe uma resposta