Outras fotos submarinas já haviam sido feitas quando em 1899 o mergulhador, biólogo e fotógrafo francês Louis Marie Auguste Boutan decidiu fazer o primeiro retrato debaixo d’água. Embora algumas fontes digam que foi uma selfie, a verdade é que a pessoa retratada é um amigo de Louis, o oceanógrafo romeno Emil Racovitza.

Não se sabe precisamente a profundidade em que o retrato foi feito (algumas fontes dizem que foi a 50 metros!), mas pode-se afirmar com alguma certeza que ele foi feito em Banyuls-sur-Mer , no sul da França.

A câmera utilizada foi inventada pelo próprio Boutan em 1893 e devido à tecnologia da época e à escuridão dentro do mar, requeria 30 minutos para que uma foto fosse feita. Se você entende o mínimo de fotografia vai saber que qualquer movimento presente na foto (peixes, algas se movimentando pela maré) saíam borradas.

 

A fim de fazer o retrato, Boutan inventou um FLASH subaquático, que envolvia um domo de vidro cheio de ar enriquecido de oxigênio e uma lamparina de álcool. Pressionando uma bomba de borracha (igual às que você vê médicos usando em aparelhos de aferir pressão), o fotógrafo ejetava pó de magnésio na lamparina, causando uma mini explosão, o flash. Assim, a exposição de 30 minutos foi reduzida para apenas alguns segundos.

 

O APARATO ficou mais ou menos assim:

diagram

Se você entende inglês, tem um vídeo do Aquário de Barcelona falando mais sobre o assunto e reproduzindo o experimento dele

 

 

 

 

PS: À guisa de curiosidade, essa foi a primeira foto submarina da história, tirada em 1856 por William Thompson e, como vocês podem ver, é uma merda.

 

Como foi feito o primeiro retrato submarino da história

Categoria: Eu quero saber
1

1 comentário

  • Sensacional! Muito bom saber um pouco mais da história das coisas. Esse tipo de post é bem interessante Sicko, bom trabalho!

Deixe uma resposta