15 comentários

  • Eu Ri! =D
    =/

  • Adoro o LOL e estou sempre por aqui.
    Mas, honestamente, acho que podemos fazer humor com coisas que são ridículas de verdade.
    Nascer com uma deficiência não é engraçado.
    Tenho um filho autista, não gostaria de vê-lo em um site/blog de bizarrices.
    Tem muito mais temas pra brincar, porque fazer piada com o sofrimento alheio?

  • Olá, MÃE
    HUMOR não é só feito com coisas ridículas. Faz-se humor de tudo. Aliás, tenho o entendimento que ridicularizar o que já é ridículo é de mau tom e sem originalidade. Fazer humor de coisas difíceis é o primeiro passo para encara-las com menor sofrimento.
    Ao contrário do que você sugere não há piada ou brincadeira com o sofrimento alheio nesse post (a não ser que você entenda que ser americano é sofrimento).
    Como você é mãe de um autista, creio que não seja necessário apontar as diferenças entre autismo e Síndrome de Down, correto?
    Se você me permite a intromissão, eis um conselho: quando você passar a encarar a condição de seu filho como uma peculiaridade e não como uma condição de sofrimento que deva ser resguardada do mundo com esse tipo de manifestação a sua qualidade de vida, e a dele, vão melhorar substancialmente.
    Sugiro que você veja a atitude do RAPAZ desse post para se inspirar: https://lolhehehe.com/21201/sem-bracos-sem-pernas-

  • "Se você me permite a intromissão, eis um conselho: quando você passar a encarar a condição de seu filho como uma peculiaridade e não como uma condição de sofrimento que deva ser resguardada do mundo com esse tipo de manifestação a sua qualidade de vida, e a dele, vão melhorar substancialmente."
    Meu filho não é portador de uma "peculiaridade", ele tem uma deficiência, que me faz cada dia uma pessoa melhor, mais forte, mais amorosa e mais feliz (acredite). Nossa qualidade de vida é a melhor possível, contando que a maioria dos autistas sofre muito.
    Todo dia aqui acontece um milagre. Dê uma lida neste post do orkut http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=64
    fui eu quem escreveu.
    Meu comentário era a respeito da seleção de imagens de pessoas com deficiência.
    Apenas isso.
    Beijo grande!

    • MÃE,
      Claro, autismo é uma desordem, mas não significa que não possa ser encarado como uma peculiaridade.
      De qualquer maneira, parabéns pelo relato.

  • PS: Ficou tão engraçado o seu post: "Olá MÃE"


  • discussão de Sicko com sua mãe (?) ? parte,
    eu fui o único que notou que o jeito que a camiseta escrito "Boston" ficou parecendo "Bosta"?

  • "Eu fui o único que notou que o jeito que a camiseta escrito “Boston” ficou parecendo “Bosta”?"
    Bwahah agora eu notei tamen o
    Não era no lol que tava escrito "site não recomendados pra moralistas e frescos e blablabla?"
    Tiu Sicko, saudades do seu "Porque é engraçado, Adeus."
    Bwahaha
    x]

  • Na camiseta parece que está escrito Bosta cara….
    Notei isso também!
    HAhuahuauh

  • Eu não considero autismo uma deficiência, meu primo tem e ele superou isso… ele faz tudo normalmente e
    é difícil perceber que ele tem autismo..

  • Desculpe.
    Eu tbm ri.

  • Ripper…
    Existem diferentes graus de autismo. Desde os que não falam, não tem nenhum contato com as pessoas, desde os que são apenas "aparentemente estranhos" e tem uma vida normal. Mas a maioria não é assim, infelizmente.

  • nem ri.

  • poxa esse post foi mancada, hahahha

Discuta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *