supjc02

O Museu de Arte Latino-americano em Buenos Aires (MALBA), tem em seus corredores obras de pintores renomados. Brasileiros importantes têm quadros neste museu, como: Portinari, Di Cavalcanti, Hélio Oiticica, Lygia Clark e Tarsila do Amaral.

Obras consagradas, pintores idem. Contudo, há um quadro que foi comprado por apenas 2 mil doláres que está causando furor na cidade: uma foto-montagem do artista plástico Mauro Guzmán que representa Superman beijando na boca Jesus Cristo (personificado pelo próprio artista).

Os católicos da cidade exigem que o quadro seja retirado o quanto antes do Museu, pois o consideram uma “ofensa gatuita contra todos os conceitos cristãos”. Na última semana, o representante católico Guilhermo Grisólia enviou um comunicado ao jornal “La Capital de Rosario” pedindo que a pintura polêmica que seja retirada do museu. Caso a exigência não seja cumprida, Guilhermo afirmou que recorrerá com uma ordem judicial.

Um representante do MALBA e Mauro Guzmán declararam que não retirarão o quadro. O artista disse que a obra não foi feita com intenção de ofender, mas satirizar a arte denominada “A maior, mais bela e mais heróica história de amor de todos os tempos”.

Fernando Farina, secretário de Cultura de Buenos Aires, declarou que “as críticas serão levadas em conta”, mas anunciou que não está pensando em retirar a obra.

Mauro Guzmán, é um pintor extremamente importante na Argentina. Ele recebeu o prêmio máximo da 17ª feira de arte contemporânea ArteBa, de Buenos Aires.

Via: Melhores do Mundo